interior da água

“Nunca ninguém conseguiu ver, através de mim, o meu ser real, que é sensível e puro e que se eleva muito acima da degradante baixeza em que escolhi espojar-me, em parte para desagradar às convenções e em parte por um estranho desejo de sofrer”

Isabelle Eberhardt

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: