Desvantagens do Unschooling na palavra de uma unschooler

Uau!!! Eloquente, inteligente. alegre, cativante menina unschooler que explica as principais criticas, que ela própria define, ao seu processo de crescimento fora de um sistema educativo. Se isto é não ter escolaridade nenhuma… então UAU! Viva a liberdade de não ir à escola!

Principais críticas que a Vanessa faz:

– não ter avaliação, comparação, para os seus conhecimentos. Ser o único responsável pela sua própria educação. (ainda que tenha todo o apoio da família).

– sentir-se invulgar, não integrado

– sentir que sabe menos que os seus pares, sentir-se ignorante

– ter de estar sempre a explicar o seu modo de vida (a pessoas estranhas)

– dificuldade em encontrar amigos ou ter os amigos por perto

– choque cultural com amigos que vão à escola

– desvantagem a nível financeiro (normalmente, apenas um dos pais trabalha levando a que o rendimento familiar seja menor.) / Unschooling não é possível para qualquer famíliar por causa deste aspecto

– falta de apoio, fortes criticas e pressão por parte de alguns familiares e amigos da família unschooler que não concordam com esta forma de vida.

– pressão dentro da comunidade unschooling no sentido de se ter de ser e fazer algo de extraordinário ou genial, como se isso fosse atestado de sucesso do unschooling

– olhar crítico por parte dos media que transmitem ao público em geral péssimas opiniões sobre o assunto, é como se fosse um ataque a si próprio.

 

A primeira desvantagem é, definitivamente, a melhor! No fundo, por mais difícil que seja, essa responsabidade pela própria educação é uma benção. Sermos nós a definir o nosso caminho sem bengalas é poderoso (ainda que eventualmente doloroso).
Quanto ao fazer amigos e sentir-se deslocado em sociedade….. bom, eu segui sempre um percurso escolar convencional e sempre senti isto!! Ah! e quanto à ignorância…. até hoje me assim me sinto!

 

EDITADO (16.10.2014)

Talvez vá acrescentado mais alguns tópicos a este artigo de acordo com o que vou descobrindo. São desvantagens que não são particulares do unschooling, mas mais relativas ao percurso de cada um. O vídeo abaixo é sobre a qualidade da caligrafia de uma unschooler ser muito má. Provavelmente, não foi algo que lhe interessasse aperfeiçoar como, aliás, é desinteresse de muitas crianças na escola. Acredito, que haverá unschoolers que tenham a melhor das caligrafias. Pretendo apenas enlencar alguns dos riscos desta forma de aprendizagem. Para já, e depois de tópicos mais generalizados da Vanessa, alguns aspectos mais específicos…. apenas um, por agora:

CALIGRAFIA

Mais um vídeo de um testemunho na primeira pessoa de uma jovem adulta que nunca foi à escola até ter entrado na Univerdade. Mais uma vez, uma criatura bastante interessante, um pouco arrogante (com direito a sê-lo!), eloquente, confiante, e, o que não falta a esta gente, com uma forte auto-estima.
Ela fala da sua deficiente caligrafia. Coisa com que ela nunca se quis preocupar…. a escrita digital resolveu-lhe o problema. So…!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: