Mão na Maçã e Doce de Faca

Depois de muito suspirar pelo Porto, estamos de volta às lides de casa. A escola lá começou (a fazer ter agora saudades do Algarve.. mas lá farei registo deste acontecimento) e as tardes desejam-se ainda mais animadas. A avó madrinha anda a fazer colheitas numa quinta do Douro e amandou-nos uma catrefada de maçãs, na sua grande maioria Bravo de Esmolfe. Tudo nacional, tudo biológico, sem tratamento qualquer. Da natureza para a cozinha. Ora, que só somos poucos nesta casa e a amante da fruta ainda só tem barriga de 3 anos… o que fazer com tanta fruta?? Doce!

A última vez que fiz um panelão de doce, estava grávida da Ana. Na altura era excesso de limões e limas. Desta vez, maçãs e uma novidade para a Ana experimentar. Em casa da avó já tinha apanhado fruta para uma compota, mas desta vez foi para fazer a compota, de faca e colher de pau!

Enquanto ela estava na escola, pesquisei na internet algumas receitas simples de Compota de Maçã e acabámos por compor a nossa própria receita. Depois do almoço convidei-a para o trabalho e fomos escolher as maçãs merecedoras do açúcar. Depois, seguiu-se a penosa missão de descascar e partir 2 kg de maçãs (algumas delas do tamanho de uma bola de golfe)… xiii tanto trabalho!, mas a Ana ajudou-me e trabalhámos em equipa. Eu descasquei e ela cortou as maçãs quase todas. Uma faca na mão de uma criança pequena é sempre uma aflição na voz dum adulto e, talvez por isso, ela ficou tão feliz e orgulhosa na estreia da utilização da faca. Só tive de a orientar para que não pusesse os dedos debaixo da lâmina, e depois lá seguiu o trabalho até ao fim. A cortar e a comer maçã. A aprender e a afinar a motricidade.

Pesámos maçãs, medimos água, contámos colheres e paus de canela, mexemos no panelão, esperámos, remexemos, matámos micróbios, cheirámos tudo, enchemos frascos e ficámos cansadas. Valeu-nos um pratinho de doce. Que bom… ainda melhor do que pensei!!! E sobrou tempo para brincar e ir ver o céu a prometer calor para amanhã.

Aqui fica a receita para um quilo de maçãs:

COMPOTA DE MAÇÃ

ingredientes
1kg maçãs descaroçadas, descascadas e cortadas aos bocadinhos
500g açúcar
150ml água
1/2 limão (sumo)
1/2 colher  sopa de flor de alfazemas secas
1 gotinha de aroma de baunilha
2 paus de canela

receita
Esterilizar os frascos: cobertos de água, limpos e abertos,  ferve-los durante 15 minutos.
Numa panela, juntar as maçãs, o sumo do limão, a canela, a água e o açúcar. Deixar cozer em lume brando durante uma hora.
Retirar os paus de canela e passar muito grosseiramente a varinha mágica. Juntar a baunilha e as alfazemas. Deixar cozer mais 10-20 minutos (até ficar com um ponto ligado).
Encher os frascos e fechar bem. Depois metem-se numa panela com água até meio e deixar ferver por 10 minutos, para criarem vácuo. Tirá-los para cima de pano ou tábua virados para baixo até arrefecerem.

Ficou tão bom que iremos repetir a sessão. Temos ainda uma caixa de maçãs para abater. Amigos, no Natal já sabem o que vão receber desta casa: Compota de Bravo de Esmolfe e Alfazema, produto nacional, biológico e caseiro. [e talvez expanda o negócio d’ A Naïf! ]

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: