Blusa Napperon

napperon

Cada vez que abro a velha arca encontro um tesouro. É um conhecido tesouro guardado desde que rendas e napperons passaram a ser coisa de outros tempos. Um tesouro obsoleto, mas valioso: dá-me sempre pena ver aquelas coisas para ali fechadas… mas nunca sei o que lhes fazer, e fecho a caixa do tesouro. Mas volta meia volta, lá vem ela… lá vai ela para a garagem. E fico sempre a matutar no que fazer com aquilo.

Quando temos ideias presas dentro de nós, não sei como, elas soltam-se doutros lugares e vêm ter connosco, como que à procura de se encontrarem. E temos sempre muito tralha connosco, não é? É no querer que está o encontro. Assim foi quando encontrei o livro “Carefree Clothes for Girls”, de Junko Okawa (acho que já tenho falado da minha panca pelos livros de costura japoneses). Dele nasceu a concretização desta Blusa Napperon ❤ , que superou o meu orgulho de fazer o  Casaco Naïf! A-DO-RO!!!!  Há algo no trabalho que vem de longe que me faz chegar mais longe!!

Trata-se de uma túnica em linho cor de sangue que tem como gola um antigo napperon de renda feito pela minha mãe em mil novecentos e carqueja – deve ser coisa anterior a mim, i.e., mais de 40 anos (acalmem-se, ó gentes que conhecem a fúria da minha mãe…. telefonei-lhe a falar de rendas e tesouras e ela com todo o carinho deu a sua aprovação!).  Com linha dourada fiz uma singela decoração e as margens ficaram cruas, sem bainhas. E o botão nas costas é uma bolinha a imitar uma pérola, uma pérola também em reutilização. Para ele tive de aprender a fazer uma coisa nova: um anel de fio como casa de botão.

A ideia, com o meu interesse por esta revista, era fazer roupas para uma colecção de nome “Livre para Brincar” que teve início com um bibe. Mas estou tão apaixonada por esta criação que não sei se deixo a tal liberdade sair à rua! Ai, não sei!

As calças também são modelo da mesma revista, sem muito a acrescentar porque as fiz tal e qual o original: simples, pretas, com uma rendinha industrial em baixo. Mas também gosto muito delas! O tecido era um resto que para aqui andava… apesar de fino, parece-me quente. Acho que as calças vão chegar ao tempo frio.

Anúncios

1 comentário a “Blusa Napperon

  1. Pingback: Alforge para Bicicleta – Dália Turquesa | A Lua Está A Voar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: